• Logo Paróquia Divino Espírito Santo

Serviços na Igreja


        A Igreja é um agrupamento nascido da vida, da experiência, da missão de Jesus e de seus primeiros seguidores. Como seu fundador, a Igreja também é divina e humana. Divina, porque seu dono é Deus. Humana, porque é feita de gente santa e pecadora. Pertence a esse agrupamento divino-humano, todo homem e mulher que recebe o Batismo e dá o seu sim num engajamento consciente e responsável.

        Como qualquer grupo humano, a Igreja é um organismo necessitado de estruturas e de organização, em vista do cumprimento de sua missão principal: evangelizar.

        Para a Igreja ser bem organizada e cumprir fielmente sua missão, somos todos chamados, cada um a seu modo, a fazer serviços especiais, também chamados ministérios. Estes existem como instrumentos concretos para vermos acontecer as dimensões fundamentais da evangelização. Quem assume esses serviços especiais é chamado, chamada pelos organismos competentes da comunidade e deles recebe a confirmação para que, em nome da mesma, realize, em comunhão, as tarefas evangelizadoras.

        Na missão evangelizadora, precisamos de animadores e animadoras de grupos em que se reflete e reza o Evangelho, orientadores de encontros de formação e cursos. Animadores e animadoras que se dediquem à conscientização do povo de Deus para criar união, comunhão eclesial e organização em busca de solução de problemas de acordo com o plano de Deus.

        Em vista da organização da comunidade eclesial e a vida como um todo, necessitamos de homens e mulheres, verdadeiros animadores e animadoras, que saibam conhecer qualidades e dons de mais gente e partilhar e distribuir trabalhos e funções. Cada comunidade eclesial deve descobrir o que é mais necessário para a sua vida: defesa da vida; cuidado com crianças, adolescentes, jovens e idosos; defesa dos pobres e injustiçados; acompanhamento dos doentes; catequeses; dízimo; organização de momentos de confraternização etc.

        Todos os serviços de uma comunidade eclesial existem em vista da construção do Reino de Deus. Quem assume qualquer serviço eclesial, o faz em vista do bem de todos, pela causa do Reino, a partir do exemplo de Jesus Cristo que veio mostrar que a pessoa mais importante numa comunidade é aquela que sabe servir mais e melhor. Quem não vive para servir, não serve para viver.

Pe. Júlio Antônio da Silva


Desenvolvido por Cúria Online do Brasil Logo Cúria Online do Brasil